segunda-feira, 22 de junho de 2009

Nossa historia é estranha

Nossa historia é estranha.

E o que dirá dos meus planos, perdidos num azul nublado...
Soltos.
Aleatórios
Indivisíveis...

Nossa historia é estranha porque não teve inicio.
Não teve roteiro.
Não teve intenção...

E o que dirá das músicas suspensas no ar, das palavras escritas sem rimas, dos diálogos incompletos...

Nossa historia é estranha devido a todas as estranhezas do mundo...
Estranhezas caladas.
Estranhezas criadas.
Estranhezas imaginárias...

Nossa historia é estranha porque não é nossa.
Não nos toca por um mesmo tom, um mesmo tempo...

É estranha porque não segue o infinito necessário que nos delimita.


Duane Valentim

Um comentário:

  1. E o que dirá dos meus planos, perdidos num azul nublado?

    ResponderExcluir